Três maneiras que consultores ajudam empresas a tornar ideias em realidade

A mudança nunca é fácil, mesmo sob as melhores circunstâncias. Você pode ter uma idéia brilhante e um alto buy-in da sua equipe, mas mesmo assim você enfrentará desafios para transformar o conceito em realidade.


Este artigo foi originalmente publicado no portal Consulting Magazine

A maioria das empresas luta com a mudança porque não conseguem se comunicar efetivamente. Se a liderança, funcionários e clientes não estiverem alinhados sobre o que está acontecendo, inevitavelmente surgem conflitos. Pior ainda, eles não podem resolver os problemas porque ninguém entende ninguém. Eles não estão com o mesmo objetivo.

Sem objetivos claros, as equipes se tornam desconexas e improdutivas. Implementar novas iniciativas é extremamente difícil quando os funcionários sentem que não foram levados em consideração ou que suas opiniões foram ignoradas. Essas falhas na hierarquia da empresa sempre acabam afetando os clientes também. Serviço e produtividade sofrem, e, portanto, lucros e receitas também.

 

 

O papel do consultor

Muitas vezes, os gerentes não percebem os obstáculos potenciais para novas idéias, porque eles estão tão envolvidos no dia-a-dia da empresa. Quando você está acostumado com a maneira como as coisas são, você se torna cego para os problemas - e o potencial de como as coisas poderiam ser.

Felizmente, os consultores não têm essa questão. Como outsiders, somos capazes de detectar lacunas de comunicação, volatilidade na dinâmica de poder e processos operacionais caóticos. Nossos trabalhos são para corrigir esses problemas e ajudar nossos clientes a concretizar novas políticas e planejamentos. Claro, só podemos fazer isso se nos equiparmos com as ferramentas e estratégias necessárias para cada situação. Eu testemunhei as boas e más maneiras em que os consultores afetam seus clientes, e não é nada bom quando as coisas dão errado.

Eu trabalhei uma vez com uma companhia que estava sofrendo com queda de vendas, apresentava baixas taxas de aprovação dos clientes, e estava perdendo muitos talentos. O novo CEO tinha contratado uma consultoria para melhorar a situação da empresa , mas o processo levou muito mais tempo do que o esperado e levou a maiores perdas. A consultoria não alinhou os principais grupos de poder e cometeu erros críticos em suas estratégias. A empresa acabou vendendo uma fração de seu valor de mercado.

Mas um bom consultor pode fazer uma diferença positiva. Outro cliente meu contratou um consultor para ajudar a concretizar sua novo planejamento estratégico para sua empresa. O consultor imediatamente organizou os funcionários em equipes com pessoas de diferentes partes da empresa e deu-lhes três meses para apresentar propostas para reduzir custos e desenvolver o negócio. Sua estratégia deu a todos a chance de oferecer sugestões e gerou muitas idéias úteis.

Ao envolver os funcionários de todos os níveis, o consultor aumentou o apoio às idéias do líder. Isso não é fácil, já que todos sabemos que as grandes mudanças muitas vezes provocam ansiedade e receio. Mas o consultor foi habilidoso em envolver os stakeholders na conversa e garantir que todos se sentissem ouvidos durante a transição.

 

Transformando as ideias do cliente em realidade

1 - Colaborar com membros internos da equipe

Consultores internos podem não ter perspectivas objetivas sobre os problemas da empresa, mas eles têm conhecimento íntimo de dinâmicas e preocupações fundamentais. Eles terão idéias valiosas sobre como iniciar mudanças sensivelmente e de uma forma que seja aceitável para os funcionários em toda a organização. Certifique-se de se conectar com eles cedo e com frequência.

Converse com os associados em diferentes níveis da empresa também. O C-suite tem uma visão de um problema, mas o marketing ou vendas ou a parte administrativa terão suas próprias perspectivas. Marque um tempo com membros de todos os departamentos, e convide-os a compartilhar seus pensamentos e preocupações. Quando possível, envolva uma variedade de funcionários em suas estratégias de implementação assim eles se tornarão defensores da mudança para seus pares.

 

2. Afirme seu papel

Uma vez que você se comprometeu em ajudar um cliente, você se torna parte da equipe. Você pode não ser um empregado, mas você está tão investido no sucesso da organização como qualquer outra pessoa. Faça-se visível dentro do escritório, conheça as pessoas ao seu redor. Isso ajuda a criar confiança entre você e os funcionários, o que é essencial para tirar ideias do papel. Eles precisam ver que você está do lado deles.

Deixe as pessoas saberem exatamente qual é o seu papel dentro da organização. Se você estiver lá para mediar conflitos durante a transição, explique como as pessoas podem te abordar com uma contestação. Se você está servindo como um estrategista, diga aos funcionários quando você está disponível para ouvir idéias ou baseie-se em estratégias de brainstorming.

 

3. Criar planos personalizados para cada cliente

Talvez você tenha sido um consultor por anos e ache que já viu todos os problemas de empresas possíveis. Isso ainda não é motivo para ser descuidado em relação às estratégias de seus clientes. Cada empresa apresenta problemas únicos, chegue em cada uma preparado para algo novo. Aproveite suas experiências anteriores, é claro. Mas certifique-se de que você está adaptando esse conhecimento às circunstâncias e necessidades de cada cliente.

Por exemplo, um cliente pode ter funcionários com diferentes graus de conhecimento técnico. Os Millennials podem estar ansiosos para adotar novas ferramentas digitais, enquanto membros mais velhos podem precisar de mais treinamento e segurança nesses sistemas. Identifique as nuances dentro da organização e, em seguida, desenvolva um plano que aborde-as de forma relevante.

Mudança não é fácil, mas certamente não é impossível - especialmente com o consultor certo. Temos a oportunidade de moldar as empresas e torná-las melhores, organizações mais dinâmicas. Ao estabelecer o relacionamento certo com o negócio que servimos, temos o poder de ajudá-los a se transformar completamente de dentro para fora.

Os líderes empresariais confiam em nós para ajudá-los a dirigir suas empresas, e isso é uma posição muito incrível para se ocupar. Quantos outros profissionais de negócios passam seus dias transformando conceitos abstratos em realidades emocionantes?


Fonte: Consulting Magazine

 

https://goo.gl/sXbA4S