Accenture e Deloitte estão entre as melhores empresas para se começar a carreira

Elas se destacaram novamente no quesito preocupação com os iniciantes na carreira.


 

Confira abaixo a matéria retirada do Guia Você S/A – As melhores Empresas para Começar a Carreirada revista Você S/A, edição 180, maio de 2013.

 

O Guia Você S/A – As melhores Empresas para Começar a Carreira 2013

Guia_Voce_SA.jpg

O guia Você S/A – As melhores Empresas para Começar a Carreira é composto por 7 seções:

1) Notas – Um pouco sobre o perfil dos jovens, as empresas e o atual cenário de trabalho no Brasil;

2) Comportamento – Como entender os códigos e as etiquetas do mundo corporativo e não dar mais nenhum fora;

3) Cenário – Empresas criam práticas para se adequar às ambições dos jovens;

4) Liderança – Dicas de profissionais para lidar com as angústias do trabalho;

5) Mercado – O que as empresas não contam na hora de recrutar, mas afeta a carreira.

6) As 35 melhores

7) Endereços – Os contatos das melhores

 

O guia é muito interessante e vale a pena ser lido, mas destas seções, nós vamos explorar apenas os perfis da Accenture e Deloitte, as consultorias que estão entre as 35 melhores.

 

Metodologia

O guia Você S/A – As melhores Empresas para Começar a Carreira é desenvolvido em parceria com a Cia de Talentos, que há 20 anos realiza programas de trainee e gestão de jovens profissionais, e com a Fundação Instituto de Administração (FIA), que há sete anos cuida da metodologia de pesquisa do guia As Melhores Empresas para Você Trabalhar. Este ano, a metodologia do guia passou por algumas melhorias. Uma foi a adequação da idade dos jovens considerados em início de carreira – que passou a ser de 18 a 26 anos. Outra foi a inclusão da categoria Liderança, para que os jovens pudessem expressar sua satisfação em relação aos chefes. Mais novidade é o ranking das 35 melhores empresas para começar a carreira (cinco a mais do que no ano anterior). As notas da pesquisa este ano também foram abertas.

 

As etapas da pesquisa

Em setembro, as companhias são convidadas a se inscrever. Podem participar aquelas com mínimo de cinco anos de existência no mercado nacional ou internacional, com no mínimo 200 empregados, dos quais pelo menos sejam jovens de 18 a 26 anos.

As empresas preenchem um questionário sobre suas políticas e práticas de gestão de pessoas nas cinco categorias analisadas (Carreira e Reconhecimento, Desenvolvimento Profissional, Identidade, Qualidade de Vida e Liderança), que gera o Índice de Qualidade de Gestão da Empresa (IQGE). Em paralelo, os jovens (selecionados aleatoriamente pela VOCÊ S/A) respondem a outro questionário para identificar sua satisfação com o trabalho, dando origem ao Índice de Satisfação do jovem com a Empresa (ISJE). Somando as duas notas, as companhias mais bem avaliadas passam para a segunda etapa, a da visita de um jornalista.

O jornalista faz reuniões confidenciais com jovens e, depois, com o principal executivo de recursos humanos. A visita tem peso de 15% na composição da nota final da empresa.

As companhias com os melhores Índices de Felicidade do Jovem (IFJ) entram no guia. É hora de comemorar.

 

As 35 Melhores

As 35 Melhores Empresas para se Começar a Carreira 2013 - Guia Você S/A

1

Embraer

82,8

8

Ibis

76,1

15

Itaú Unibanco

73,6

22

Grupo Boticário

71,2

29

3M

69,2

2

Laboratório Sabin

82,4

9

Cielo

76

16

Ecorodovias

72,8

23

Ipiranga

70,8

30

Sanofi-Aventis

68,9

3

Ticket

81,1

10

Promon

75,5

17

Instituto de Pesquisas Eldorado

71,9

24

HSBC

70,5

31

Ambev

68,5

4

MAN Latin America

80,6

11

Kimberly-Clark Brasil

74,7

18

Banco Bradesco

71,5

25

Deloitte

70,2

32

AES Sul

68,2

5

Dow Brasil S.A.

78,6

12

INEC

74,6

19

Lojas Renner

71,5

26

GlaxoSmithKline

69,9

33

BASF

67,6

6

Accenture

78,2

13

ALCOA

74,4

20

Suzano Papel e Celulose

71,4

27

Anglo American

69,6

34

Banco Santander

67,3

7

Telefônica Vivo

78

14

DuPont

73,8

21

Coca-Cola

71,2

28

Central Nacional Unimed

69,6

35

Ale Combustíveis

66,7

 

Destaques

 

Carreira e reconhecimento – Itaú Unibanco

Desenvolvimento profissional – Laboratório Sabin

Identidade – Ticket

Inovação em RH – Man Latin America

Qualidade de vida – Instituto de Pesquisas Eldorado

Liderança – Accenture

 


Accenture é destaque em liderança

Empresa investe em treinamento de jovens para a liderança e no diálogo com funcionários

 

size_590_Accenture.jpgEm 2012, nada menos que 2.000 novos funcionários passaram a fazer parte do quadro da Accenture no Brasil, a maioria deles jovens — a idade média na companhia é 31 anos. Desse total, 70% correspondem a novos postos abertos para acompanhar o ritmo de crescimento da consultoria de gestão, serviços de tecnologia e terceirização.

Com tanta gente nova chegando, o espaço para avançar na carreira também é cada vez maior. "Nosso negócio é muito acelerado. Ninguém precisa morrer para que você possa crescer", diz Lauro Chacon, diretor de recursos humanos da empresa. Todos os anos, 23% dos funcionários sobem de cargo.

E isso representa um desafio e tanto para a área de pessoas: preparar a nova geração para assumir postos de liderança. Atuando em um mercado em que a competição por talentos é acirrada, um dos desafios é evitar que suas melhores cabeças migrem para a concorrência.

Nessa hora, o papel dos líderes é fundamental. A estratégia para garantir que eles estejam à altura do desafio é ter um programa bem estruturado de formação de gestores — o que garantiu à consultoria o destaque em Liderança neste guia.

A Accenture espera que os jovens líderes atuem em três dimensões: criação de valores, operação dos negócios e desenvolvimento de pessoas — pela qual eles são avaliados. Os resultados aparecem.

Acc.png"Os líderes são muito bem preparados e acessíveis. O apoio deles é fundamental", diz um jovem. Outra figura que ganha destaque é a do mentor. Todos os funcionários da companhia têm um, e seu papel é não só ajudar no direcionamento da carreira mas também mediar potenciais conflitos com a chefia direta.

Outra iniciativa que faz sucesso entre os funcionários é o programa People’s Advocate, mecanismo por meio do qual todos os funcionários podem fazer uma denúncia anônima sobre comportamentos inadequados de pares e superiores. "Isso faz com que posturas autoritárias percam muito espaço, o que conta pontos para os jovens", diz Lauro.

Em contrapartida, a política de promoções faz com que muitos jovens sintam que seus salários estão defasados em relação ao mercado.

"Para ser promovido, é preciso já estar desempenhando um nível acima de seu cargo atual, o que faz com que, comparativamente, você ganhe menos que alguém que atua na mesma função em outra empresa", diz um jovem. No entanto, outros benefícios oferecidos fazem sucesso com a nova geração, como a flexibilidade nos horários e uma política de home office que realmente funciona.

"Trabalho dois dias por semana de casa, o que me garante mais tempo com a minha família", diz um funcionário. Os investimentos da empresa para atrair o público também são pesados: o orçamento anual para o programa de parceira com universidades é de mais de 1,5 milhão de reais.

Ponto(s) positivo(s)

Ponto(s) negativo(s)

As políticas de capacitação, tanto o treinamento formal quanto a prática, fortalecem o currículo do profissional. E o processo formal de mentoria cria espaço para que o jovem discuta e desenvolva sua carreira. Os salários estão aquém do que o mercado oferece para quem tem as mesmas responsabilidades. Como muitos funcionários ficam alocados em clientes, nem todos usufruem de horário flexível e home office.

 


Deloitte oferece oportunidades no exterior

Além da chance de trabalhar em escritórios da empresa fora do país, a consultoria ofereceu 150.000 horas de treinamento em 2012

 

deloitte.jpg

Os jovens que entram na Deloitte, prestadora de serviços de consultoria e auditoria presente em mais de 150 países, sabem que terão pela frente chances reais de vivência internacional. Com um ano de casa e boa avaliação de desempenho, os trainees podem se candidatar ao programa Global Internship para trabalhar durante um mês em um escritório fora do Brasil.

Em 2012, 36 participantes embarcaram para Estados Unidos, Canadá, África do Sul e Itália. Quem ficou por aqui também saiu ganhando, já que o mesmo número de estrangeiros veio fazer intercâmbio e compartilhar experiências. Também é possível negociar com o gestor um curso de imersão de inglês no exterior, independentemente do cargo e do tempo de crachá.Deloitte.png

Além de ter uma rede social corporativa que conecta profissionais do mundo inteiro, a Deloitte mantém uma plataforma online nacional para que os funcionários busquem ajuda para resolver problemas ou postem ideias para melhorar a vida na empresa. A cada três meses, as propostas mais inovadoras são selecionadas para que recebam financiamento e sejam implantadas.

Foi o caso do Virtual Workplace, política de trabalho a distância sugerida por um colaborador, em fase de testes com 300 funcionários. “Quase 100% dos jovens apoiaram a ideia, fundamentada em ganhos como aumento da produtividade e da qualidade de vida, economia de tempo e dinheiro e contribuição para o meio ambiente”, diz Roberto Sanches, diretor de RH.

Treinamento é outro forte: em 2012, foram 150.000 horas dedicadas à capacitação. Mesmo assim, como até os gestores são bem jovens, há a queixa de que alguns não estão preparados para desenvolver e reter talentos. Por isso, neste ano entrou em prática, no escritório de Campinas (SP), um projeto piloto de coaching e de avaliação no modelo 360 graus para a liderança. 

Ponto(s) positivo(s)

Ponto(s) negativo(s)

Há mais de 12.000 opções de cursos online, incluindo certificações da universidade Harvard, fazendo com que o aprendizado supere as expectativas. Cada jovem é acompanhado por um mentor experiente. Os parâmetros do plano de participação no resultados não são claros para todos. O excesso de trabalho gera alta rotatividade e tira tempo para aproveitar a gama de treinamentos e as ferramentas de interação.

 

 


FONTE:

Guia Você S/A – As melhores Empresas para Começar a Carreirada revista Você S/A, edição 180, maio de 2013.

http://exame.abril.com.br/revista-voce-sa/edicoes/180/noticias/promon-atrai-jovens-com-cotas-de-participacao-no-negocio

http://www.seufuturonadeloitte.com.br/show.aspx?idCanal=ZjBKRAwok2MgXns+ogb7zQ==

http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/as-7-melhores-empresas-para-voce-comecar-a-carreira-2013?p=5

http://exame.abril.com.br/revista-voce-sa/edicoes/180/noticias/accenture-e-destaque-em-lideranca