Consultoria para Governo e Setor Público

As empresas que oferecem estes tipos de serviços de consultoria são muitas vezes altamente especializadas e focadas neste setor. A razão para isso é que a consultoria necessária por parte dos governos é muito mais elaborada do que a exigida no setor empresarial. No entanto, os governos também usufruem de serviços de consultoria, como exemplo, estratégias de segurança relacionadas com a guerra, que são desnecessários no mundo dos negócios. As necessidades de uma agência civil são muito diferentes das necessidades de uma agência de aplicação da lei.

Além disso, há empresas de consultoria que se especializam em relacionamento com os governos de todo o mundo e oferecem esses serviços para outras. As empresas utilizam esses conhecimentos para pressionar o governo.

Lobbying é a advocacia por componentes com a intenção de influenciar as decisões tomadas pelos legisladores e funcionários do governo nos locais onde vivem ou fazem negócios. Estes tipos de consultores do governo implementam estratégias para alavancar recursos do negócio, a fim de influenciar as decisões políticas.

Em outras formas de consultoria do governo, consultores realizam muitos dos mesmos serviços para as agências governamentais que executam suas contrapartes para as empresas. Uma das principais diferenças entre um consultor do governo e um consultor de negócios é que ele ou ela terá uma vasta formação e experiência no serviço público. No entanto, em cenários maiores, onde são utilizadas equipes de consultoria, a equipe muitas vezes inclui uma ampla gama de consultores com um consultor do governo dedicado a ser apenas um componente do todo.

Apesar das muitas semelhanças, há diferenças gritantes entre uma entidade governamental e uma empresa que por sua vez, oferecem desafios únicos para os estrategistas. A diferença mais notável é que as agências governamentais geralmente não tentar virar um lucro, e se puder, é uma preocupação secundária. Em muitos casos, a agência está lidando com uma renda fixa para a gestão do orçamento e existe em um contexto muito diferente do que ele faz no mundo dos negócios.

Governos também empregam empresas de consultoria para atuar como elo entre eles e as empresas do setor privado. As agências governamentais têm frequentemente contratos comerciais com essas empresas. Os principais exemplos desses contratos são os contratos de defesa entre os fabricantes e os militares de um país. Estes contratos são de longo alcance e incluem muitos serviços mundanos e produtos, tais como serviços de alimentação e produtos de papel, contudo, devido às diferentes necessidades de um órgão do governo e um negócio tradicional, a formação de grandes acordos podem ser difíceis e exigem um profissional especializado na adaptação deles.